GENEALOGIA BRASILEIRA
Estado do Rio de Janeiro - Povoadores da Região Serrana

Família CASTRO E SOUZA

                             Lênio Luiz Richa (lenioricha@yahoo.com.br)

 

 

         Jerônimo de Castro e Souza, n. Melgãs, bispado do Porto, Portugal, provavelmente o do mesmo nome que foi vereador em Ouro Preto, MG, em diversas legislaturas, de 1747 até 1767, cc. Francisca Vieira de Moraes, n. Santa Bárbara, Minas Gerais, Brasil, com pelo menos: (HB e Int).

                                                          CAPÍTULO I

         Isabel Marcelina Teles de Castro, n. NS da Conceição, Vila Rica, c. 1776, Santa Bárbara, MG, com José Teodoro de Toledo e Piza (que casou também com Isabel Caetana de Moraes - em Botafogos), n. São Miguel, morador na Fazenda Brumado, perto de Nova Era, MG, depois Tabelião em Ouro Preto, f. de Manuel Monteiro da Veiga e Isabel de Souza Castelhana.
- Obs.: 1) Os irmãos de Jerônimo, que permaneceram em Minas (Capítulos I e II), e seus descendentes, foram descobertos pelos amigos, genealogistas, Sílvia Buttros, Rafael Botelho, Vânia Lucia Oliveira e Wanda Bortolotto Soares, com utilização do site Family Search. 2) Acrescentamos informações e Certidão de Casamento do Arquivo Eclesiástico da Diocese de Mariana - AEAM, gentilmente enviadas pelo amigo, genealogista Mauro de Andrade Moura, de Itapira, MG, sobre este casamento.

                                                         CAPÍTULO II

         Sargento-Mor Antônio de Castro e Souza Medronho, c. Santa Bárbara, MG, com Ana de Meireles Freire, n. Guaratinguetá, SP, f. de José Antonio de Meirelles Freire, o "Cabeça de Ferro", e Magdalena Gonçalves da Cruz (em Anes Sobrinhos), com pelo menos: (FS).

1.1 Joaquim Silvério de Castro e Souza Medronho, Deputado à 1ª Assembléia Legislativa da Província de São Paulo, cc. Flora Gomes Nogueira, f. de Hilário Gomes Nogueira e Maria Josefa do Nascimento (em Anes Sobrinhos), com geração na obra "Genealogia Paulistana", de Luiz Gonzaga da Silva Leme, Vol. 4º, fls. 380. (SL.6.374, VT.2.80 e ZC).

1.2 Silvéria Feliciana Berenice de Castro, n. por volta de 1787, com 20 anos c. 1807, Baependi, MG, com o Capitão André Rodrigues de Faria, n. cerca de 1770, Campanha, MG, de 37 anos, f. de Domingos Rodrigues Affonso, português, e Isabel Caetana de Faria, com pelo menos: (FS).

2.1. Irene Rodrigues de Faria, cc. José Libório da Silva Cardoso, f. do Cap. João Jácome de São José Araujo e Vitória Bernarda de Lorena (em Toledos Pizas), com 3 filhos em SL.5.449. (FS).

1.3 Maria, b. 1802, Baependi, irmã de Ana Leonísia.

1.4 Ana Leonísia de Castro, c. Baependi, com Manuel Dias Ferraz, f. de Gonçalo Dias Ferraz e Antônia Luísa de Jesus.

                                                        CAPÍTULO III

          Alferes, depois tenente, Jerônimo de Castro e Souza (vide Nota nº 1), n. Vila Rica, Estado de Minas Gerais, Brasil, f. 1820, Cantagalo, Estado do Rio de Janeiro, com 66 anos, morou em Macuco, RJ, onde já estava em 1800, era parente do alferes Manuel Teixeira de Souza e compadre do Tiradentes, tendo sido suspeito de participação na Inconfidência Mineira, foi também recolhido à prisão na Ilha das Cobras, por muitos meses, até ser despronunciado, já que foi inocentado pelo próprio Tiradentes.
          Foi nomeado escrivão em 1815, mas preferiu mudar-se para Amparo, em Nova Friburgo, onde era cafeicultor em sua Fazenda do Amparo, a fim de fugir às perseguições que sofria e, onde sua neta Higina de Castro e Souza ainda vivia como fazendeira anos depois.
          Cc. Clara Maria de Castro Saraiva, n. Candelária, Rio, f. do capitão José Álvares do Couto Saraiva ou Pereira, n. de Santo Ildefonso, bispado do Porto, e Rita Maria de Jesus, n. Cachoeira, bispado de Mariana, MG, com pelo menos 6 filhos, entre eles os 5 filhos abaixo, que em 1854 assinaram o registro da Fazenda do Amparo, em Nova Friburgo (vizinha da Fazenda de São José, de Maria Joaquina Cantanhede, mãe de João dos Santos Cantanhede, da Fazenda São José, dos herdeiros da finada Joaquina Pereira Barbosa e da situação de Francisco José Soares de Castro, no Ribeirão de São José), deixada pelo casal aos seus herdeiros (AL, IM.62, Int, NG.112, TC.I.34 e 37):

1.1 Luís de Castro e Souza, padrinho de batismo em Cantagalo em 1810, onde em 1822 assinava as atas da Câmara, em 28 tinha terras vizinhas às do capitão Antônio Gonçalves Lima, no Ribeirão de São Lourenço e, em 54 era cafeicultor em sua Fazenda do Córrego Grande, em Trajano de Moraes (vizinha do comendador João Antônio de Moraes e da Fazenda da Soledade, dos herdeiros de Matias Correia da Rocha).
          Cc. Helena Pereira Barbosa, f. de Joaquim Plácido Correia de Alvarenga e Melo e Joaquina Pereira Barbosa, com pelo menos (AL, AP, HB e TC.I.87):

2.1 Luísa Rosa de Castro e Souza, b. 1815, Cantagalo (padrinhos: José de Castro e Souza e Clara Maria de Castro Saraiva), c. 1835, nessa cidade, com João Antônio Rodrigues Franco, b. 1809, na mesma cidade, f. de Joaquim Rodrigues Franco e Antônia Joaquina de Melo, com geração na família Rodrigues Franco (DBB e HB).

2.2 José de Castro e Souza, n. Cantagalo, onde c. 1847, com Felícia Rosa de Souza, da mesma cidade, f. de (...) e Francisca Antônia de Souza (HB).

2.3 Luís de Castro e Souza Júnior, fazendeiro em Trajano de Moraes de 1859 a 85, cc. Clara Maria de Castro Séguier (ou Segne ou Siqueira), com pelo menos: Jesuíno, b. 1853, Joaquim, b. 1855, ambos em Trajano de Moraes, e ainda: (AL, CBG e DBB).

3.1 Delmiro Séguier ou Pereira de Castro e Souza, o filho mais velho, b. 1851, Trajano de Moraes, c. 1876, Cantagalo, com Augusta de Castro Souza (CBG e DBB).

3.2 Leônidas, b. 1859, Trajano de Moraes, provavelmente o mesmo Leônidas de Castro e Souza, c. 1880, na mesma cidade, com Amélia Francisca de Azevedo Tavares (depois Amélia Francisca de Castro e Souza), com pelo menos 9 filhos: Isaltina, b. 1881, Aristóteles, b. 1885, Manuel, b. 1886, Maria, b. 1888, Amélia, b. 1889, Leônidas, b. 1892, Luísa, b. 1894, João, b. 1898, todos em Trajano de Moraes, e ainda: (DBB e Ig).

4.1 Alvino de Castro Souza, cc. Carolina Campos Souza, b. 1890, Trajano de Morais, f. de Joaquim Rodrigues Campos e Maria Filomena Folly Campos, n. Sobrado, Cordeiro, RJ, com geração na família Rodrigues Campos (DBB e Ig).

3.3 Luís de Castro e Souza Júnior, b. 1860, Trajano de Moraes, onde c. 1881, com Maria Isabel da Silva Moraes, aí b. 1867, f. de Cândido Antônio de Moraes e Joaquina Maria da Silva.  

2.4 Severina Cândida Pereira de Castro e Souza, n. Cantagalo, onde c. 1841, com seu parente Francisco de Paula Gouveia, da mesma cidade, f. de Francisco de Paula Gouveia, já f. 1841, e Joaquina Pereira Barbosa, com geração na família Melo (DBB e HB). 

2.5 Lucindo Pereira de Castro e Souza, f. 1906, fazendeiro em Trajano de Moraes, c. 1853, Cantagalo, com Albina Rosa ou Albina Maria de Souza Castro, já viúva em 1906, com pelo menos: Lucinda, b. 1854, Francisco, b. 1859, Deoclécio, b. 1865, todos em Trajano de Moraes, e ainda: (AL, CBG, DBB e Ig).

3.1 Antônio, b. 1870, Trajano de Moraes, talvez o mesmo Antônio de Castro e Souza, cc. Elisa da Silva Ribeiro, depois de Castro, com pelo menos: Sílvio, b. 1896, Antônia, b. 1897, Diocleto, b. 1900, Maria, b. 1902, todos em Trajano de Morais. (DBB).

3.5 Ermelinda de Castro e Souza de Moraes, c. 1881, Trajano de Moraes, com José Elias de Moraes, n. 1863, Cantagalo, lavrador, f. de João Antônio de Moraes Sobrinho e Maria Nazaré Francisca de Souza (CBG, DBB e Ig).

3.6 Leonel de Castro e Souza, n. RJ, lavrador e inspetor do 15º quarteirão de São José do Ribeirão, onde cc. Henriqueta Tavares de Castro e Souza, n. RJ, f. de Manuel José de Azevedo Tavares e Francisca Mariana Alexandrina Jordão Tavares, brasileiros, lavradores em São José do Ribeirão, residentes em Trajano de Moraes, com pelo menos (Ig):

4.1 Alcino, n. 1892, São José do Ribeirão, b. Trajano de Moraes (DBB e Ig).

4.2 Maria Tavares de Castro, n. cerca de 1893, c. 1913, São José do Ribeirão, com Manuel Rodrigues de Almeida (2ª esposa), pedreiro, n. 1880, Bom Jardim, f. de José Rodrigues de Almeida, fazendeiro em Sumidouro, e Marina Maria Dutra. Testemunhas do casamento: José Elias de Moraes, n. 1863, RJ, lavrador em Trajano de Moraes e sua mulher Ermelinda de Castro Moraes, n. RJ, Permínio Tavares de Castro, Manuel de Castro Tavares e Emília Chevrand (AL e Ig). 

4.3 Francisco, b. 1894, Trajano de Moraes (DBB).

4.4 José, n. 1895, São José do Ribeirão, b. 1896, Trajano de Moraes (DBB e Ig). 

4.5 Leonel, n. 1899, São José do Ribeirão, b. 1900, Trajano de Moraes.

4.6 Francisca, n. 1899, São José do Ribeirão (Ig).

4.7 Nair de Castro e Souza de Freitas, n. 1903, São José do Ribeirão, cc. Antônio Gomes de Freitas.

4.8 Domingos, n. 1906, São José do Ribeirão.         

3.7 Claudino Souza Castro, n. RJ, cc. Paula Ribeiro de Castro, n. RJ, lavradores em São José do Ribeirão, f. de Augusto José da Silva Ribeiro e Paula Luísa Dutra Ribeiro, residentes em Trajano de Moraes, com pelo menos 6 filhos: Zulmira, n. 1897, Maria, n. 1898, Claudino, n. 1900, José Lucindo, n. 1902, Orlandino, n. 1904, Augusta, n. 1906, todos em São José do Ribeirão (Ig):

2.6 Jesuíno Pereira de Castro (hipótese), tinha terras em Santa Maria Madalena em 1855, vizinhas da Sesmaria Monte Redondo, de Maria do Loreto Carneiro Viana e era fazendeiro em São Francisco de Paula em 70, cc. Joaquina Pereira da Silva, com pelo menos: Luísa, b. 1847, Antônia, b. 1852, Joaquina, b. 1854, Helena, b. 1857, todas em Trajano de Morais.  (AL, AP e DBB).

2.7 José de Castro Pereira ou José Pereira de Castro (hipótese), "da família Castro e Souza”, fazendeiro em São Francisco de Paula, cc. Felicidade Rosa de Souza, com pelo menos: Maria, b. 1854, Jesuíno, b. 1859, ambos em Trajano de Morais, e ainda: (AL e DBB).

3.1 Eulália, b. 1856, Trajano de Morais, talvez a mesma Eulália Carolina de Castro e Souza, cc. Joaquim de Castro e Souza, com geração adiante.

3.2 José de Castro Pereira Júnior (hipótese), cc. Maria da Conceição Costa ou Castro, com pelo menos: João, b. 1890, Paulino, b. 1893, ambos em Trajano de Morais. (DBB).

2.8 Constância Maria de Castro e Souza (hipótese), cc. Ludugero Freire do Nascimento, com pelo menos: Maria, b. 1844, Albino, b. 1847, ambos em Trajano de Morais. (DBB).

1.2 Francisco de Castro e Souza, escrivão de paz e subdelegado em Trajano de Morais em 1854, fazendeiro e escrivão em Santa Maria Madalena em 55, onde tinha a Chácara Retiro (vizinha dos Sítios Paciência, de Joaquim Martins Ferreira e Ribeirão, de Domingos Alves Correia e, da situação Conceição, de Silvestre Inácio do Carmo e Silva).
          Foi provavelmente o do mesmo nome cc. Josefina Rosa da Conceição, com pelo menos (AL, AP e DBB):

2.1 Emília de Castro e Souza, depois Rangel, c. 1850, Trajano de Moraes, com Inácio Rangel de Azeredo Coutinho, f. de Tristão Rangel de Azeredo Coutinho e Florisbela Porciúncula Rangel, com geração na família Rangel de Azeredo Coutinho (DBB).

2.2 Amália de Castro e Souza, n. Cantagalo, c. 1856, Santa Maria Madalena, com Marcelino Antônio Gonçalves, n. de Itabory (Itaboraí, RJ?), f. de Antônio Gonçalves Evangelho e Floriana Maria de Jesus. Testemunhas: Inácio Rangel de Azeredo Coutinho e Manuel Antônio da Silveira, com pelo menos: Antônio, b. 1859,  Aureliano, b. 1865, Amélia, b. 1864, Maria, b. 1872, todos em Santa Maria Madalena, e ainda: (DBB e Sar). 

3.1 Delminda, b. 1862, Santa Maria Madalena, provavelmente a mesma Delminda de Castro e Souza, c. 1883, com Francisco José Teodoro (DBB). 

2.3 Francisco de Castro e Souza Júnior, brasileiro, alfaiate em Santa Maria Madalena em 1864, cc. Rosa Isabel de Castro, n. do Paraguai, já falecidos em 1896, em Cantagalo, com pelo menos (AL e Ig):

3.1 Albertina Rosa de Castro Lamego, n. cerca de 1873, Cantagalo, onde c. 1896, com Firmino Pinto Gomes Lamego, n. por volta de 1865, na mesma cidade, onde f. 1942, já aposentado na função de escrivão da Coletoria Estadual, f. de (...) e Maria Luísa de Jesus, com pelo menos: Nadir de Castro Lamego, n. 1898, Zenite de Castro Lamego, n. 1899, Laíde de Castro Lamego, n. 1901, todas em Cantagalo. (Ig e TC.II.254).

3.2 Eduviges de Castro Brito, c. Cantagalo, com Oscar Herdy de Brito, funcionário público, ambos naturais e residentes nessa cidade, f. de Luís Gonçalves de Brito, português, artista no Rio, e Catarina Herdy de Brito, brasileira, com pelo menos: Oscar de Castro Brito, n. 1898, Isis de Castro Brito, n. 1902, ambos em Cantagalo. (Ig).

3.3 Blandina Rosa de Castro, n. cerca de 1885, Cantagalo, onde c. 1907, com Nicolau Henrique Botelho, n. por volta de 1878, Pirapetinga, MG, artista, residente em Cantagalo, f. de Manuel Botelho de Lima Barbosa e Júlia Manlaz Botelho, residentes em Miracema, todos brasileiros. Testemunhas do casamento: Artur Leão Soares Teixeira, 59 anos, casado, Joaquim Luís Soares Teixeira, 30 anos, casado, Constança Spangenberg Teixeira e Cecy Spangenberg Teixeira (Ig). 

2.4 Eugênio, b. 1849, Trajano de Moraes (DBB).

2.5 José, b. 1850, Trajano (DBB). 

2.6 João de Castro e Souza, b. 1850, Trajano de Moraes, 14 dias após o irmão José, fazendeiro em Valão do Barro, cc. Florisbela Augusta Rangel, com pelo menos: Maria, b. 1874, Eulina, b. 1876, ambas em Santa Maria Madalena. (AL e DBB).

2.7 Joaquim, b. 1855, Santa Maria Madalena, provavelmente o mesmo Joaquim de Castro e Souza Lobo, n. Santa Maria Madalena, RJ, que alistou-se no serviço militar em Pirapetinga, MG, em 1875, com 23 anos e, ainda, que mais tarde era fazendeiro em Santa Maria Madalena (AL, DBB e Cantoni, Int).  

2.8 Albina, b. 1857, Santa Maria Madalena.

2.9 João de Castro e Souza (hipótese, talvez o mesmo do item 2.6, acima), c. 1888, Trajano de Moraes, com Florisbela Maria de Castro Souza, com pelo menos 4 filhos: Clínio, b. 1890, Elísia, b. 1894, Cecília, b. 1895, Dolores, b. 1901, todos em Trajano de Morais. (AL e DBB).

2.10 Leduíno de Castro e Souza (hipótese), c. 1880, Trajano de Morais, c. Maria de Jesus Tavares de Castro, com pelo menos: Leduína, b. 1881, Nelson, b. 1882, Nelsina, b. 1886, Manuel, b. 1890, Maria, b. 1895, todos em Trajano de Morais. (DBB).

2.11 Cândida de Castro e Souza Porto (hipótese), cc. Antônio Joaquim de Abreu Porto, com pelo menos: Maria, b. 1864, Cândido, b. 1866, Cândida, b. 1867, Maria (outra), b. 1869, Antônio, b. 1871, Esmeralda, b. 1873, todos em Santa Maria Madalena. (DBB e Sar).

3.1 Leopoldina de Abreu Porto, n. Santa Maria Madalena, onde foi b. 1860, e onde c. 1882, com (seu primo?) Alarico Rangel de Azeredo Coutinho, b. 1859, na mesma cidade, f. do Major Inácio Rangel de Azeredo Coutinho e Emília de Castro e Souza Rangel (em Rangel de Azeredo Coutinho). Testemunhas: Comendador José Teixeira Portugal Freixo e João Elísio de Souza (DBB e Sar).

3.2 Jesuíno Porto, n. Santa Maria Madalena, onde foi b. 1862, c. aí, 1902, com Maria de Castro Pereira e Oliveira, n. da mesma cidade, onde foi b. 1855 (viúva de José Antônio de Oliveira), f. de (...) e Elvira de Castro e Souza. Testemunhas: Astréia Romeiro, Eugênio Zózimo Gomes e José Gomes Romeiro (DBB e Sar). 

2.12 Elvira de Castro e Souza (hipótese), cc. (...), com pelo menos (DBB e Sar):

3.1 Maria de Castro Pereira e Oliveira, n. Santa Maria Madalena, onde foi b. 1855, c. 1ª vez, com José Antônio de Oliveira e, enviuvando, c. 1902, na mesma cidade, com Jesuíno Porto, acima, n. da mesma, onde foi b. 1862, f. de Antônio Joaquim de Abreu Porto e Cândida de Castro e Souza Porto. Testemunhas: Astréia Romeiro, Eugênio Zózimo Gomes e José Gomes Romeiro (DBB e Sar). 

2.13 Cecília de Castro e Souza (hipótese), c. 1894, Trajano de Morais, com José Antônio da Silva (DBB). 

1.3 José de Castro e Souza, padrinho de batismo em Cantagalo em 1810, cafeicultor em São José do Ribeirão em 1854, cc. Severina Rosa da Conceição ou de Jesus, já falecidos em 1890, com pelo menos (AL, AP, HB e Ig):

2.1 Josino de Castro e Souza, lavrador, n. Nova Friburgo, c. São José do Ribeirão, com Maria ou Margarida Schwenck de Castro, n. Nova Friburgo, onde residiam, já viúva em 1904, f. de João Schwenck e Isabel Barbosa Schwenck, com pelo menos (Ig):

3.1 Júlia de Castro e Souza, depois Bonn, n. 1874, c. 1895, com Júlio Bonn Júnior, n. RJ, lavrador, f. de Júlio Bonn, residente em Nova Friburgo, e Maria Luísa Bonn, já f. 1909, com pelo menos: (Ig e e-mail do amigo genealogista José Carlos Schuenck).

4.1 Maria Carlota Bon, cc. Pedro Lamblet.

4.2 Hilda, n. 1909, São João Batista, Nova Friburgo. (Ig).

3.2 Luís de Castro e Souza, n. 1879 (mesmo e-mail acima). Foi provavelmente o mesmo Luís de Castro e Souza, cc. (...), residentes em São José do Ribeirão, com pelo menos (Ig):  

4.1 Júlia, n. 1895, f. 1898, de coqueluche, em casa de Herculano de Castro e Souza, em São José do Ribeirão. 

3.3 José de Castro e Souza, n. RJ, lavrador em São José do Ribeirão, cc. Maria Dorcelina Perroud, n. RJ, f. de João Antônio Perroud e Virgínia Francisca de Souza Perroud, com pelo menos: Dorcelina, n. 1904, José, n. 1905, Virgínia, n. 1906, todos em São José do Ribeirão. (Ig).

3.4 Licínio de Castro e Souza, n. RJ, lavrador em São José do Ribeirão, cc. (sua prima?) Severina Maria de Castro, n. RJ, f. de Augusto José Carlos de Toledo e Higina Rosenda de Castro e Souza, residentes na mesma localidade, com pelo menos: Lealdina, n. 1904, Aguinaldo, n. 1905, ambos em São José do Ribeirão. (Ig).

3.5 Margarida, n. 1890, São José do Ribeirão (Ig).

3.6 Josino, n. 1893, Nova Friburgo.

3.7 Maria, n. 1896, Amparo, Nova Friburgo.

2.2 José de Castro e Souza Júnior, lavrador em Bom Jardim, tinha terras em sociedade Joaquim Chevrand na Fazenda Nossa Senhora do Socorro, em 1855 (vizinhas de Maria Inácia de Toledo, João Hertal e de Manuel Dias Ribeiro).
          C. 1847, com Helena Chevrand, n. RJ, já falecidos em 1900, f. de Louis Antoine Chevrand e Marie Felicité Remy, suíços, com pelo menos (AP, HB, Ig e livro "O Sobrado", do Dr. João Nicolau Guzzo, fls. 167):

3.1 Luís José de Castro e Souza, n. Cantagalo, fazendeiro e inspetor de quarteirão em Bom Jardim em 1885, c. 1883, Cantagalo ou São José do Ribeirão, com Amélia da Costa e Souza, n. Nova Friburgo, f. de José Vitorino da Costa, n. Portugal, e Carlota Cesar, n. RJ, residentes em Bom Jardim, com pelo menos: Elpídio de Castro e Souza, n. 1891, Maria, n. 1894, Florisbela, n. 1895, Jovelina, n. 1900, todos em Bom Jardim. (AL, CBG e Ig).

3.2 José Luís de Castro e Souza, n. Cantagalo, onde foi b. 1849, fazendeiro em Bom Jardim de 1885 a 1902, c. 1872, Cantagalo, com Maria Joaquina de Oliveira Dias, depois Castro, n. do Município de Cantagalo, f. de José Joaquim de Oliveira Dias e Luísa de Souza Oliveira Dias, lavradores em Bom Jardim, com pelo menos (AL, CBG, DBB e Ig):

4.1 Maria Luísa de Castro e Silva, n. Bom Jardim, onde cc. Franklin da Silva, n. da mesma cidade, f. de Leopoldo Silva e Maria Luísa Correia da Silva, com pelo menos: Maria Augusta de Castro e Silva, n. 1892, Eloísa, n. 1901, ambas em Bom Jardim. (Ig).

4.2 Delfina de Souza Rodrigues, n. RJ, c. Bom Jardim, com Joaquim Figueira Rodrigues, n. RJ, negociante nessa cidade, f. de Manuel Figueira Quintal e Maria do Patrocínio Figueira, residentes em Bom Jardim, com pelo menos: Edmundo, n. 1902, Aguinaldo, n. 1904, ambos em Bom Jardim. (Ig).

4.3 Josefina de Castro Chevrand, n. Bom Jardim, cc. seu parente José Joaquim Chevrand, n. 1865, RJ, lavrador em Cantagalo, f. de Joaquim Chevrand, já f. 1903, e Maria Vicência de Castro e Souza Chevrand, com geração adiante (Ig).

4.4 Leopoldina de Castro e Souza, n. 1891, Bom Jardim.

3.3 Helena Maria de Castro e Souza, depois Gonçalves Neves, n. Bom Jardim, c. 1864, Cantagalo, com Luís José Gonçalves Neves Júnior, n. RJ, lavrador em Bom Jardim, f. de Luís José Gonçalves Neves e Maria Joaquina Fiaux (depois Maria Joaquina Gonçalves Neves), com geração na família Gonçalves Neves (CBG e Ig).

2.3 Luís José de Castro, cc. Luísa Maria de Sá, f. de Luís Lopes de Sá e Maria Inácia da Silva dos Santos, com pelo menos: José, n. 1862, Josino, n. 1865, ambos em Conceição de Macabu, RJ. (DBB, MP e Sar).

2.4 Maria Vicência de Castro e Souza Chevrand, n. Nova Friburgo, c. 1847, Cantagalo, com Joaquim Chevrand, n. 1826, Cantagalo, onde era fazendeiro (teve terras em sociedade com José de Castro e Souza Júnior, na Fazenda Nossa Senhora do Socorro, onde eram vizinhos de Maria Inácia de Toledo e de Manuel Dias Ribeiro), f. 1896, f. de Louis Antoine Chevrand e Marie Felicité Remy, suíços, com pelo menos (AL, AP, Im, HB e Ig):

3.1 Maria Luísa Chevrand, n. 1848 (Im).

3.2 Joaquim Chevrand, n. 1850, b. São José do Ribeirão.

3.3 Amélia Cândida Chevrand, n. 1853, f. 1889, solteira, na Pena, sendo registrado o óbito em São José do Ribeirão (Ig).

3.4 Joaquim Luís Chevrand, n. 1863, Bom Jardim, lavrador em Cantagalo, c. 1889, São José do Ribeirão, com (sua prima?) Alzira Cândida de Toledo Chevrand, n. 1871, São José do Ribeirão, residente em Bom Jardim, f. de Augusto José Carlos de Toledo e Higina Rozenda de Castro e Souza, com pelo menos: Alice Chevrand, n. 1891, Pena, Joaquim, n. 1893, José, n. 1896, Altamiro, n. 1900, Dalgisa, n. 1903, estes 4 em Bom Jardim. (Ig e TC.I.34 e 37).

3.5 José Joaquim Chevrand, n. 1865, São José do Ribeirão, lavrador em Cantagalo, cc. sua parenta Josefina de Castro Chevrand, n. Bom Jardim, f. de José Luís de Castro e Souza e Maria Joaquina de Oliveira Castro, com pelo menos: Lindolfo, n. 1903, Bom Jardim. (Im e Ig):

3.6 Maria Chevrand Éboli, n. 1865, RJ, f. 1901, São José do Ribeirão, c. 1879, Cantagalo, com Tomás Éboli, lavrador, "com filhos menores em 1901".

2.5 Higina Rozenda de Castro e Souza, depois de Toledo (hipótese, vide Nota nº 2), n. RJ, já viúva residia no 2º Distrito de Bom Jardim, cc. Augusto José Carlos de Toledo, n. 1830, RJ, fazendeiro em São José do Ribeirão, onde f. 1894, f. de (...) de Toledo e Luísa de Toledo, com pelo menos (Ig e TC.1.34 e 37):
          Declarante do óbito do marido: Joaquim Gonçalves de Moraes Sobrinho.

3.1 Eugênia Guilhermina Toledo, n. 1863, RJ, f. 1891, solteira, no Amparo, São José do Ribeirão. Declarante do óbito: Joaquim Gonçalves de Moraes Sobrinho, lavrador em São José do Ribeirão.

3.2 Alzira Cândida de Toledo Chevrand, n. 1871, São José do Ribeirão, residente em Bom Jardim, c. 1889, São José do Ribeirão, com (seu primo?) Joaquim Luís Chevrand, n. 1863, Bom Jardim, lavrador em Cantagalo, f. de Joaquim Chevrand e Maria Vicência de Castro e Souza Chevrand, lavradores em Bom Jardim, com geração acima.
          Celebrante do casamento: Padre José Vieira Batista. Testemunhas: José Joaquim Chevrand, n. 1865, e José Correia da Rocha, n. 1843, lavradores em Cantagalo (Im e Ig).

3.3 Severina Maria de Castro, n. RJ, cc. (seu primo?) Licínio de Castro e Souza, n. RJ, lavrador em São José do Ribeirão, f. de Josino de Castro e Souza e Margarida Schwenck de Castro, com geração acima (Ig). 

2.6 Herculano José de Castro e Souza (hipótese), residente em São José do Ribeirão, c. 1856, Trajano de Moraes, com (sua prima?) Helena Pereira Barbosa (depois, Helena de Castro e Souza), já f. 1898, com pelo menos: José, b. 1859, Trajano de Moraes, e ainda: (DBB e Ig).

3.1 Jovino de Castro e Souza (ou Josino de Castro e Souza), lavrador, c. São José do Ribeirão, com Bernardina Jordão de Castro, f. de Carlos Augusto Jordão e Catarina Verly Jordão, todos brasileiros e residentes em São José do Ribeirão, com pelo menos 7 filhos: José, b. 1890, Trajano de Morais, João, n. 1890, Manuel, n. 1892, Alfredo, n. 1895, Júlia Benvinda, n. 1903, Francisco, n. 1896, todos naturais de São José do Ribeirão, e ainda: (DBB e Ig).

4.1 Maria Georgina, f. 1890, São José do Ribeirão, com 5 meses. 

3.2 Deodato (hipótese), "f. de Herculano de Castro" (Ig).  

2.7 Lucindo de Castro e Souza (hipótese), cc. Maria Guilhermina Heckert de Castro e Souza, já falecidos em 1891, com pelo menos (Ig):
- Obs.: Neste ramo recebemos muitíssimas informações da Sra. Edilea Carvalho, descendente do mesmo, o que muito agradecemos.

3.1 Pedro Lucídio de Castro e Souza, lavrador, n. 1867, no Frade, Macaé, registrado em São José do Ribeirão, f. 1929, Macaé, c. 1891, São José do Ribeirão, com Sofia Olívia Emmerich Stutz e Souza, n. 1874, Pedra Branca, RJ, registrada em São José do Ribeirão, f. 1961, Rolândia, PR, f. de Henrique José Stutz (Heinrich Joseph Cäsar Stutz, n. 1850) e Sofia Isabel Emmerick Stutz ou Sofia Elisabet Emmerick Stutz (em solteira, Sophia Elisabetha Laubach Emmerich, n. 1855), “brasileiros, lavradores em Trajano de Morais”, com: (Ig e gentil colaboração do amigo, genealogista, Renzo Sanglard Curty, de Zurique, Suíça).

4.1 Lealdina de Castro e Souza, n. 1892, Pedra Branca (ou São José do Ribeirão), f. 1975, São Paulo, cc. Arnaldo Alcides Emerich, com 5 filhos. (Ig).

4.2 Hercílio, n. 1893, São José do Ribeirão.

4.3 Hercílio de Castro e Souza (Sisil), n. 1895 (outro).

4.4 Aurelina, b. 1895, Trajano de Moraes (DBB). 

4.5 Demóstenes de Castro e Souza (Tetene), n. 1896, RJ, b. 1898, Trajano de Moraes, f. Presidente Prudente, SP, cc. Maria Ramos (Marica), com 7 filhos.

4.6 Otacília de Castro e Souza (Fifia), n. 1897, cc. Virgílio Vasconcelos Júnior, com 5 filhos.

4.7 Aurelina de Castro e Souza (Lilica), outra, n. 1898, cc. Norberto Vasconcelos, com 4 filhos.

4.8 Evelina, b. 1899, Trajano de Moraes. 

4.9 Onydes de Castro e Souza, n. e b. 1901, Trajano de Moraes, c. 1925, com Auzízia Augusta Bossan, com 12 filhos.

4.10 Oswaldo de Castro e Souza, n. 1903, Grama de Macabú, RJ, f. 1961, Rolândia, PR, c. 1927, Pedra Branca, RJ, com sua prima, Olda Jordão, f. de Luiz Felipe Jordão e Eugênia Stutz, com 6 filhos: Ondina de Castro e Souza, n. 1928, Olandina de Castro e Souza, n. 1929 (avó da Sra Lea Carvalho, acima), Oldair de Castro e Souza, n. 1932, Odir Luiz de Castro e Souza, n. 1933, f. 1934, Orlando de Castro e Souza, n. 1935, Orlindo de Castro e Souza, n. 1939, f. 1939, todos em Pedra Branca, RJ.

4.11 Álvaro de Castro e Souza, n. 1904, cc. Zelmira Gerhardt, com 11 filhos.

4.12 Lídia de Castro e Souza, n. 1905, cc. Cid Vasconcelos, com 8 filhos.
- Obs.: O Sr. Cid e o irmão, Sr. Cândido Vasconcelos (este cc. Floriza Klein, f. de "Fhilipe Klein", de origem alemã, moradores nas proximidades de Trajano de Moraes), são os avós paternos e maternos da Sra. Kelly Vasconcelos, que gentilmente enviou estas informações.

4.13 Evelina de Castro e Souza (Duca), n. 1907, cc. Nelson Vasconcelos.

4.14 Eunice de Castro e Souza (Nissinha), n. 1908, cc. Jorge Vieira, com 3 filhos.

4.15 Sylas de Castro e Souza, n. 1910, cc. Neuzira Lopes, com 8 filhos.

4.16 Leonina de Castro e Souza, n. 1911, RJ, f. Cianorte, PR, cc. Américo Luiz Vieira, com 3 filhos.

4.17 Lucídio de Castro e Souza Júnior (Cidinho), n. 1912, cc. Tinilda (?).

4.18 Olívia de Castro e Souza (Livinha), n. 1913, cc. José (?).

4.19 Daniel de Castro e Souza (Nenê), n. 1914, cc. Damaris (?).

3.2 Josina de Castro e Souza (hipótese), c. 1883, Trajano de Morais, com Fortunato Luís do Rego, com pelo menos: Alzira, b. 1884, Isando, b. 1887, Maria, b. 1897, Heleonora, b. 1902, todos em Trajano de Morais. (DBB).

3.3 Jovina de Castro e Souza (hipótese), cc. Fortunato José do Rego (muito provavelmente o mesmo casal acima), com pelo menos: José, b. 1895, Eulídia, b. 1899, ambos em Trajano de Morais. (DBB).

2.8 Jerônimo de Castro e Souza Sobrinho (hipótese), cc. Laudelina Amélia da Luz, residentes no Município de Cantagalo, com pelo menos (Ig). 

3.1 Alexandrino de Castro e Souza, n. Bom Jardim, RJ, lavrador na Pena, Cantagalo, cc. Carlota Frederica de Souza, n. Bom Jardim, f. Carlos Frederico Exner, dinamarquês, e Hortência Catermol Exner, n. RJ, com pelo menos: Adalgisa, n. 1896, Bom Jardim, e ainda: (Ig).

4.1 Maria Izaltina de Souza, n. 1890, São José do Ribeirão, onde c. 1906, com José Delfino Soares, lavrador, n. 1882, Santo Antônio do Monte, MG, f. de Delfino Soares Barbosa Coelho e Maria Firmina das Dores, residentes em São José do Ribeirão.

4.2 Alexandrino Teódulo de Castro e Souza, n. 1891, Cordeiro, RJ. 

4.3 Henrique de Castro e Souza (hipótese), testemunha em 1905, em Santa Maria Madalena, juntamente com Prudência América de Castro (Sar).

2.9 Emília Lucinda de Castro e Souza, depois de Moraes (hipótese), c. 1ª vez com Manuel Gonçalves de Moraes, f. de José Gonçalves de Moraes e Rosa Maria de Jesus e, enviuvando, c. 2ª vez, 1862, com 38 anos, no sítio da Pedreira, com Severino da Costa Carvalho, de 29 anos, n. São Pedro de Souza, Portugal, f. de Joaquim da Costa Carvalho e Rosa Maria de Amorim), com geração na família Gonçalves de Moraes (DBB e Sar). 

1.4 Joaquim, f. 1802, Cantagalo, com 9 anos (HB).

1.5 Rita Florinda de Castro, b. 1800, Cantagalo, onde foi madrinha de batismo em 1816, juntamente com o seu pai e, em 1854, ela e os irmãos registraram a Fazenda do Amparo, herdada dos pais. Padrinho de batismo: Antônio Cláudio Lago (AP e HB). 

1.6 Maria, b. 1802, Cantagalo. Padrinhos: Guarda Mor João Pinto da Cunha e Souza e Francisca de Sales Fidélis de Godoy Soares. Foi, provavelmente, a filha que cc. Adolfo Seguin, já que ela não assinou o registro da Fazenda do Amparo, mas ele sim (AP e HB).

2.1 Antônio José de Seguin (hipótese), cujos herdeiros eram vizinhos das terras de Manuel Francisco do Couto, no Sítio Ribeirão do Bom Jesus, na Sebastianinha, Nova Friburgo, em 1856 (AP).

2.2 José Fernando de Seguin (hipótese), que juntamente com herdeiros do 2.1, anterior, era morador no Córrego Seco, vizinhos das terras no Bom Sucesso, de Clara Maria de Jesus, registradas em Nova Friburgo, em 1856 (AP). 

1.7 Jerônimo de Castro e Souza (hipótese, filho ou neto, que também poderia ser o mesmo "Sobrinho"), subdelegado substituto e vereador em Nova Friburgo em 1859, onde foi suplente de vereador em 1864 e cafeicultor em São José do Ribeirão, não tendo, no entanto, assinado o registro da Fazenda Amparo em 1854 (AL).

2.1 Joaquim de Castro e Souza (hipótese), cc. Eulália Carolina de Castro e Souza, com pelo menos: Felisbina, b. 1870, Joviano, b. 1874, ambos em Santa Maria Madalena, e ainda: (DBB e Sar).

3.1 Helminda de Castro e Souza, n. São José do Ribeirão, c. 1883, Santa Maria Madalena, com Francisco José Teodoro, n. São Sebastião do Alto, f. de outro Francisco José Teodoro e Maria Francisca da Conceição. Testemunhas: Teófilo Barbosa da Silva Rocha e João Gonçalves de Souza (Sar).

3.2 Maria Luísa de Castro Amaral, n. Nova Friburgo, c. 1884, Santa Maria Madalena, com Francisco Fagundes do Amaral, n. desta cidade, f. de Sabino Fagundes do Amaral e Arminda Maria da Conceição ou de Jesus Ferreira Lima. Testemunhas: João Gualberto da Rocha e João Gonçalves de Souza. Com geração na família Fagundes do Amaral (Sar).

1.8 Caetano de Castro e Souza (hipótese, talvez o mesmo Caetano de Castro que foi padrinho de batismo em Cantagalo em 1801), cc. Felisbina Rosa dos Passos, pelo menos (HB e MB.120):

2.1 Belmira Cândida de Castro e Souza, n. “da freguesia do Sacramento, do Rio de Janeiro”, c. 1858, Santa Maria Madalena, com Luís de Souza Ribeiro, n. Nova Friburgo, f. de João Antônio de Souza e Maria Custódia de Jesus. Testemunhas: João de Souza Coelho e José Caetano de Castro e Souza. Com pelo menos: Cândido, b. 1859, José, b. 1862, Lídia, b. 1866, Francisco, b. 1867, todos em Santa Maria Madalena. (DBB, HB e Sar).

2.2 Belmira de Castro e Souza (hipótese, talvez a mesma acima), cc. Francisco Alves da Silva Lima Júnior, com geração na família Rodrigues Franco (DBB).

2.3 Dalmiro de Castro e Souza (hipótese), vizinho da situação de Jerônimo Folly, no Ribeirão, Friburgo, em 1855 (AP).

2.3 Abílio de Castro e Souza (hipótese), c. 1878, Trajano de Moraes, com Maria de Castro e Souza, com pelo menos: (Ig e DBB).

3.1 Dalmiro de Castro e Souza, n. 1876, São Sebastião do Alto, lavrador, c. 1897, São José do Ribeirão, com Virgínia Augusta de Aguiar, n. 1873, nessa localidade, f. de Augusto José de Aguiar e Ana Augusta de Jesus (Ig).

3.2 Cerília, b. 1882, Trajano de Morais (DBB).

 

Nota nº 1: Nesta família tivemos substancial colaboração do amigo genealogista Darli Bertazzoni Barbosa, de Londrina, Paraná, bem como do trabalho do Sr. Wilson Neves Saraiva, sobre famílias de Santa Maria Madalena.

Nota nº 2: Provavelmente a mesma Higina de Castro e Sousa, fazendeira no Amparo, Nova Friburgo, neta de Jerônimo de Castro e Souza, conforme referida na obra "Terra de Cantagalo", Vol. I, fls. 34, de Acácio Ferreira Dias.   

 

Ir para: Página Principal,    Índice Geral,    Imigração árabe,    Títulos Perdidos,      Tiradentes    Batch Number,     Códigos e Bibliografia