GENEALOGIA BRASILEIRA
Estado do Rio de Janeiro - Povoadores da Região Serrana

Família GOMES CHAVES

 

                                Lênio Luiz Richa (lenioricha@yahoo.com.br)

 

 

          Pedro Gomes Chaves, português, engenheiro, recebeu uma sesmaria em 1711, nas cabeceiras do Sabarabuçu, caminho para Mato Dentro (assinaram: Frei Simão Fernandes e Domingos Fernandes), cc. (...), talvez pais de, pelo menos:

1.1 Manuel Gomes Chaves (hipótese), administrador dos dízimos da freguesia de São Miguel, Antônio Dias, MG, em 1790/97, cc. (...), que poderiam ser os pais de (BN):

2.1 José Gomes Chaves (hipótese), testemunha em testamento em Cantagalo em 1802, padrinho em 1812, sacristão, vereador em 1815, já era c. 1810, com Antônia Maria de Souza, madrinha de batismo em Cantagalo em 1807 e 09, e o casal foi padrinho em 1810, 11 e 16 (e, provavelmente, em 1801, 06 e 09, caso não tenha sido outra com o mesmo nome).
          O casal foi inventariado em Cantagalo em 1844 e, por volta de 1855, seus herdeiros eram vizinhos da Fazenda Santa Fé, no Ribeirão da Glória, no Carmo, do Padre Francisco de Castro Abreu Bacelar. Inventariante (e tutor dos menores?): José Vieira de Carvalho (AP, Cr, HB e MJ).
          Tiveram pelo menos:

3.1 Maria Antônia de Jesus Souza, branca, b. 1815, Cantagalo (padrinhos: Reverendo Tomás de Aquino Fernandes Quintão e Caetana Eufrásia de Azevedo), cc. João Pinto de Siqueira, b. 1809, Cantagalo, onde foi inventariado em 1845 (o qual enviuvando, c. 1842, Cantagalo, com Maria Luísa, de São José do Rio Preto, RJ, f. de Manuel da Silva Cruz, talvez o mesmo que era fazendeiro em Cantagalo em 1870 e 79, e Ana Joaquina),  f. de João José de Siqueira, n. Guarapiranga, e Helena Maria Ferreira, com pelo menos (AL, AP, HB e MJ):

4.1 Maria José de Siqueira, de Cantagalo, c. 1846, na mesma cidade, com Francisco Rodrigues Pombo, de Itatiaia, Catas Altas, bispado de Mariana, f. de José Rodrigues Pombo e Maria Rosa (HB).

4.2 Antônia Maria de Siqueira, de Cantagalo, c. 1846, na mesma cidade, com Manuel José de Carvalho, de Santo André de Fo...., concelho de Amarante, arcebispado de Braga, f. de Antônio José de Carvalho e Josefa Teixeira, já f. 1846.

4.3 João Pinto de Siqueira (hipótese), fiscal municipal em Cantagalo em 70 (AL).

 

3.2 João Gomes Chaves, n. Paty do Alferes, RJ ("assim como a sua irmã Maria era menor em 1844"?), cc. Amélia Gonzaga de Carvalho Amorim, depois Chaves, n. Paraíba do Sul, RJ, com pelo menos (MJ e colaboração da genealogista Cínara Jorge, de Três Rios, RJ):

4.1 Belarmina de Carvalho Chaves, n. 1875, Bicas, comarca de Guarará, MG, c. 1897, na Rua Carlos Mota, Juiz de Fora, MG, com Eurides Dalvaux (Dalvou), comerciante, n. 1875, Mar de Espanha, MG, ambos de 22 anos, f. de Júlio Dalvaux e Josefina Antunes Dalvaux.

4.2 Pedro Gomes Chaves.

 

3.3 Maria, b. 1839, Cantagalo, f. de "José Gomes Chaves e Maria Antônia de Jesus" (DBB).

3.4 Antônio Gomes Chaves (hipótese), n. 1807, que de 1825 a 29 era professor em Serro (Vila do Príncipe), MG, cc. Manuela Gomes, com geração em Mirai, MG, que está no site Family Search, entre eles (BN):

4.1 José Gomes Chaves (provavelmente neto do seu homônimo acima), n. 1843 ou 48, Cataguases, MG, Promotor, participou da Guerra do Paraguai, f. 1924, f. 1924, cc. Maria Augusta Bentim, n. 1853, na mesma cidade ou em Bananal, SP, f. 1953, Rio, com pelo menos:

5.1 Maria das Dores Bentim Chaves, depois Maria Soares de Melo, Marocas, n. 1891, Leopoldina, c. 1ª vez com Arlindo de Figueiredo Soares, f. de Mariano José Soares, n. cerca de 1850, Tombos, MG, f. 1898, Carangola, 2ª, com Cleto Alves de Melo, de Ubá, MG e, 3ª, com (...), c.ger. dos dois primeiros matrimônios, entre os quais:

6.1 Maria José Chaves Soares, do 2º matrimônio, cc. Manuel Xavier Alves de Matos, n. 1903, Cataguases, f. de José Francisco de Matos, f. 1936, Cataguases, comerciante em Angustura, e Paulina Alves Xavier.

 

3.5 Anacleto Pereira Chaves (hipótese), c. 1828, na Matriz de Cantagalo, com Teresa Josefa de Jesus. Testemunhas: Luiz de Oliveira Senra e Francisco Chagas da Silva.
          Tiveram pelo menos (HB):

4.1 Marcolina, b. 1839, Cantagalo (DBB).

4.2 Carlota, b. 1842, Cantagalo.

4.3 Antônio, b. 1845, Cantagalo.

4.4 Anacleto, b. 1848, Cantagalo.

4.5 Maria Francisca Pereira Chaves, depois Gonçalves Neves (ou ainda, Maria Teresa de Jesus), c. 1842, Cantagalo, com Francisco José Gonçalves Neves, de São Gonçalo, bispado do RJ, fazendeiro em São Francisco de Paula em 1856, com geração na família Gonçalves Neves (AP, DBB e HB).

4.6 Januário de Souza Chaves (hipótese), cc. Maria Joaquina de Jesus, com pelo menos (DBB):

5.1 Cesária, b. 1847, Cantagalo. 

 

2.1 Cap. Venâncio Gomes Chaves (hipótese), em 1817 e 27 solicitou mercê da Ordem de Cristo e licença para professar na Matriz da Vila do Príncipe, MG.

 

Nota nº 1:

Segundo sua descendente, a amiga, genealogista, Letícia Mello, do Rio de Janeiro, RJ, que mandou a maior parte das informações acima, pelo menos parte da família deve ter mudado para Cataguases, MG, cerca de 1843 e, daí para Leopoldina, cerca de 1891.

Nota nº 2:

Recebemos também grande ajuda do amigo, genealogista, Darli Bertazzoni Barbosa.

 

Ir para: Página Principal,    Índice Geral,    Imigração árabe,    Títulos Perdidos,      Tiradentes,     Batch Number,     Códigos e Bibliografia