GENEALOGIA BRASILEIRA
Estado do Rio de Janeiro - Povoadores da Região Serrana

Família GONÇALVES GATO

                                       Lênio Luiz Richa (lenioricha@yahoo.com.br)

 

 

          Manuel Gato (vide Nota nº 1, no rodapé), cc. Margarida Martins, já eram falecidos em 1784, deixando pelo menos (LE):

1.1 Antônio Martins Gato, n. Santa Bárbara das Nove Ribeiras, Ilha Terceira, Açores, Portugal, conforme declarou em seu testamento, em 1784, em Furquim, Estado de Minas Gerais, Brasil, cc. Mônica Vieira da Conceição ou de São José, já f. 1784, com pelo menos (LE):
                         Do matrimônio 3 filhos:

2.1 Antônia.

2.2 Anastácia.

2.3 Cel. José Martins Vieira, residente no Furquim.

                         Depois de viúvo, teve com Ana Benguela:

2.4 Rosa, já f. 1784, cc. Helis Gonçalves de Araújo, com 2 filhos.

 

1.2 Francisco Martins Gato, residente no Furquim, foi mencionado no testamento do irmão.

1.3 Manuel Gonçalves Gato, o Manuel Gato Velho, cc. Antônia Josefa do Sacramento, já falecidos em 1799, com pelo menos (HB e LE):

2.1 Manuel Gonçalves Gato, n. Santa Bárbara, Ilha Terceira, Açores, morador em Ubá de Furquim, MG, onde declarou em seu testamento, em 1799, ser solteiro e não ter tido geração, deixou como herdeiro o seu primo, o coronel José Martins Vieira (LE).

2.2 Vicente José de Souza, n. Ilha Terceira, Açores, residiu no Furquim, MG, f. 1822, com testamento, em Nova Friburgo, Estado do Rio de Janeiro, com 85 anos, solteiro, sem filhos, não possuia terras, vivia na Fazenda Santo Antônio da Pedra Branca, da sua sobrinha Ana Antônia de Jesus (LE).

2.3 Alferes de milícia, Francisco Gonçalves Gato, n. Santa Bárbara, Ilha Terceira, Açores, f. 1819, sem testamento, com 87 anos, em Cantagalo, RJ, já viúvo. Veio de Minas, onde era morador em Bom Jesus do Monte do Furquim, em companhia de Manuel Teixeira de Souza e dos irmãos deste, em 1794 e em 1795 já residia em sua Fazenda Banquete, em Nova Friburgo. Em 1802, solicitou a sesmaria que tinha sido, respectivamente, de José Cordeiro, de Francisco Duarte Monteiro e de Antônio Cláudio Lago.
          C. 1768, Furquim, MG, com Teresa Antônia de Jesus, n. Bom Jesus do Monte do Furquim, moradora em São José da Barra Longa, MG, f. 1783, sem testamento, foi inventariada pelo marido. Era f. de Antônio Machado Vieira e Isabel Margarida de Jesus, f. 1751 (AN, HB, LE, TC.1.33 e ZC).
          O pai dela, Antônio Machado Vieira, declarou em 1753, no inventário da sua mulher Isabel Margarida de Jesus, o seguinte:

          “Bens de Raiz: declaro que havia o cazal huma roça, que parte de hum lado com Manoel Gonçalves Gatto e seus sócios, do outro com Diogo Lopes, com capoeiras que huaram vinte alqueires de planta, com alguns restingos de mato virgem em que tem suas cazas de vivenda cubertas de telha e suas senzallas cubertas de capim, com suas arvores de espinhos, com seu payol na mesma roça, cuberta a metade de telha e outra metade de capim, bananal em que tem sociedade, nas terras minerais que tem o cazal ...”.

          Francisco e Tereza Antônia deixaram pelo menos: 

3.1 Ana Antônia de Jesus, n. por volta de 1769, já era viúva em 1816, foi madrinha de batismo em Cantagalo em 1794, cc. Luís Ferreira Leal, f. de Antônio Leitão e Josefa Maria, naturais de Nossa Senhora da Purificação, do Lugar de Roliça, termo de Óbidos, patriarcado de Lisboa, com geração na família Ferreira Leal (Cr, HB e LE).

3.2 Joaquim José de Souza Gato, n. por volta de 1770, f. 1835, era solteiro em 1811, quando foi padrinho de batismo em Cantagalo, cc. Ana Esméria de Jesus ou de São Joaquim, depois de Souza Gato, já f. 1899, a qual enviuvando c. 2ª vez com seu parente Francisco Vieira de Carvalho Júnior, a quem deixou a Fazenda Jararaca, herdada do 1º marido (AL, AP, HB, Ig e TC.1.33).
          De Joaquim José de Souza Gato teve:

4.1 Ana Esméria de Souza Gato, depois, Jevoux, n. MG, cc. Felipe José Jevoux, n. MG, lavradores, f. de João José Jevoux e Francisca de Paula Jevoux, já falecidos em 1894, em Laranjais, onde residiram, com pelo menos (Ig): 

5.1 Sebastiana, n. 1894, Laranjais.

5.2 Felipe, n. 1895, Laranjais. Declarante: Antônio José de Souza Gato. 

5.3 Ana, n. 1897, Laranjais.

5.4 Joaquim José Jevoux, n. 1899, Laranjais.

 

4.2 Joaquim José de Souza Gato, cafeicultor em Euclidelândia de 1854 até 83 (onde herdou do pai 1/2 sesmaria no Córrego das Pias, confrontante com Antônio Dias Ferreira Júnior, e comprou outra parte ao cunhado Manuel Ferreira da Silva), foi parte em processo judicial em Cantagalo em 1882, onde c. 1848, com Ana Francisca de Souza, da mesma cidade, com pelo menos (AL, AP, HB, Ig e MJ):

5.1 Antônio José de Souza Gato, lavrador, agregado da Fazenda Santana, em Euclidelândia (de Maria Joaquina de Souza Leitão), c. aí, com Maria Alves de Souza, f. de Antônio Alves Pereira, residente em Itaocara, em 1855, e Maria Antônia de Carvalho, com pelo menos (Ig): 

6.1 Maria de Souza, n. 1890, Euclidelândia.

 

5.2 Manuel José de Souza Gato, n. RJ, carpinteiro na situação da Boa Vista, lavrador no Córrego de São Pedro e professor municipal em Euclidelândia, onde cc. Regina Angélica Gonçalves de Souza Ramos, n. RJ, f. de Manuel Gonçalves Ramos e Tertuliana Gonçalves de Araújo, com pelo menos (EPC e Ig): 

6.1 Manuel José de Souza Gato Júnior (vide Nota nº 2), n. 1890, Euclidelândia, cc. Ana Leopoldina Gato, f. de Pedro de Oliveira Pinto e Leonor Leopoldina Pinto, com pelo menos (EPC e Ig):

7.1 Maria Letícia, n. 1920, Laranjais (EPC). 

7.2 Gisélia, n. 1921, Laranjais. 

7.3 Miguel Nei Gato, n. 1923, Laranjais.  

 

6.2 Antônio de Souza Gato, n. 1892, Euclidelândia ou Laranjais (Ig).

6.3 Inês de Souza Ramos, n. 1893, Euclidelândia.

6.4 Ana Esméria de Souza, n. 1895, Euclidelândia.

6.5 Joaquim José de Souza Gato, n. 1898, na situação São Pedro, em Euclidelândia, de sua avó Tertuliana (Ig).

6.6 Rodolfo de Souza Gato, n. 1900, Euclidelândia.

 

4.3 Francisca Maria Rosa de Souza, já viúva em 1855, herdou dos pais em 1834, juntamente com o irmão Joaquim José de Souza Gato, acima, a Sesmaria Bonfim e ¾ da Sesmaria de São Bernardo, em Euclidelândia.
          C. 1843, Cantagalo, com Manuel Ferreira da Silva, de Nossa Senhora das Dores, MG, fazendeiro em Cantagalo em 1848, f. de Inocêncio Ferreira da Silva e Bibiana Maria Francisca de Jesus (AL, AP e HB).

4.4 Maria do Amparo de Souza, já viúva em 1898, cc. Manuel Ferreira da Silva, brasileiro, com pelo menos (Ig): 

5.1 Laura Francisca de Souza, cc. Domingos Alves Afonso, brasileiro, lavrador, f. de José Afonso, português, e Zeferina Bernardes de Souza, com geração na família Souza e Castro (Ig). 

 

4.5 Paula Esméria de Souza, de Cantagalo, cc. Modesto Alves Vieira, que registrou em 1856 as Fazendas Santa Ana (vizinha de Manuel Vieira de Souza Almada, das fazendas da Batalha, dos herdeiros de João Batista Lapér, Rio Negro, do doutor Eugênio José Pereira de Melo e Conceição do Rio Negro, de João Albino Dias da Silva & Irmãos) e das Lavrinhas, parte por herança dos pais e sogros e parte por compra aos cunhados Antônio José de Souza, Joaquim José de Souza e Manuel Ferreira da Silva. Em 70 era dono também da Fazenda São Bernardo. Modesto era f. do Cap. Manuel Alves Henriques e Maria Joaquina de Souza Vieira (AL, AP e HB).  

4.6 Antônio José de Souza Gato, dono da Fazenda Barra Grande, em 1855, na margem do Rio Grande, em Nova Friburgo (vizinha de Francisco Machado Dutra, Joaquim da Silva Lisboa, da Fazenda Retiro, de Jerônimo de Souza Vieira e do sítio de Roque Marques de Oliveira). Foi declarante do nascimento de Felipe, f. de Ana Esméria de Souza Gato, em 1895, em Laranjais (AP e Ig). 

 

3.3 Francisco Gonçalves de Souza Gato, n. cerca de 1774, f. 1824, Cantagalo, solteiro, onde foi padrinho de batismo em 1809 e 1816 (HB e LE).

3.4 Manuel, tinha 5 anos em 1783 (LE).

3.5 José Gonçalves de Souza, tinha 3 anos em 1783, f. solteiro em 1807 (HB e LE). 

 

Nota nº 1: Nesta família tivemos grande colaboração do amigo genealogista friburguense Luiz Eduardo Chagas de Araújo, descendente do casal.

Nota nº 2: Este ramo foi pesquisado pela amiga genealogista, também friburguense, Elaine Pinto da Cunha.

 

Ir para: Página Principal,    Índice Geral,    Imigração árabe,    Títulos Perdidos,      Tiradentes,     Batch Number,     Códigos e Bibliografia