GENEALOGIA BRASILEIRA
Estado do Rio de Janeiro - Povoadores da Região Serrana

Família SILVA SANTOS

                                  Lênio Luiz Richa (lenioricha@yahoo.com.br)

 

 

          José Veríssimo dos Santos, talvez o do mesmo nome que foi médico no Carmo, RJ, cc. Teresa Angélica de Jesus, com pelo menos (AL e HB):

1.1 Manuel Vieira da Silva Santos, n. Rio, Tabelião de 1848 a 64, escrivão de Órfãos em Cantagalo, RJ, dono das situações Retiro e Córrego dos Gaviões, no Palmital, Euclidelândia, de 1851 até 55 (vizinho de Luís Antônio Correia da Silva, de Rita Maria da Conceição e irmãos, da situação Córrego Danta, de Francisco Clemente Pinto e da Fazenda da Boa Vista), já f. 1889, c. 1844, Carmo, RJ, com Joana Casemira Monteiro dos Santos, de Cantagalo, n. 1822, Rio Novo, MG, f. de João Henriques Monteiro e Maria Casemira de São José, com pelo menos (AL, AP, HB e Ig):

2.1 Adelaide Casemira Santos Torres, c. 1865, Cantagalo, com Luís Vieira Torres (da família Espírito Santo), brasileiro, fazendeiro em 1870, inventariado em 1884 na mesma cidade, com pelo menos (AL, DBB, HB, Ig e MJ):

3.1 Luís Vieira Torres Júnior, n. 1866, Cantagalo (padrinhos: o avô materno e a avó paterna, “Paula?”), “descendente do guarda-mor Manuel Vieira do Espírito Santo e do sargento-mor Manuel Dias Ladeira, dois dos primeiros povoadores de Cantagalo”, c. 1887, Trajano de Morais, com Elisa Pereira de Melo (ou Elisa de Moraes Torres), f. de Antônio Pereira de Melo e Basília Rosa da Silva Moraes, com pelo menos (Athayde, CBG, DBB e HB):

4.1 Luísa de Moraes Torres, b. 1888, Trajano de Morais, onde c. 1908, com seu primo Euclides Veiga de Moraes, f. do Cel. João Pereira de Moraes e Maria Henriques da Veiga (DBB).

4.2 Adelaide, b. 1891, Trajano.

4.3 Luís, b. 1893, Trajano.

3.2 Adelaide Vieira Torres de Moraes Martins, brasileira, n. 1869, na Fazenda Não Pensei, em Macuco, b. na Fazenda São Cláudio (padrinhos: o bisavô e a avó paterna), c. 1884, Trajano, com o Tenente Cel. Teófilo de Moraes Martins (viúvo de Regina Leopoldina de Moraes), “natural da mesma fazenda”, que em 1885 libertou os seus escravos com mais de 60 anos “pelos bons serviços prestados”, f. do Major Francisco Lopes Martins e Felizarda Lopes de Moraes Martins, com geração na família Lopes Martins (CBG, DBB, Ig e TC.2.131).

3.3 Paula dos Santos Torres Lapér, n. por volta de 1877, Cantagalo, b. 1878, Trajano de Morais, c. 1905, Cantagalo, com João Batista Lapér Sobrinho, n. da mesma cidade, solicitador, f. do cap. Joaquim Batista Lapér e Amélia Kuenze Freijanes Lapér, brasileiros, com pelo menos (DBB, Ig, TC.2.115 e 131):

4.1 José, n. 1906, na Fazenda Não Pensei (Ig).

3.4 Manuel, b. 1879, Trajano de Morais (DBB). 

3.5 Joana, b. 1883, Trajano de Morais. 

2.2 Dr. Júlio Veríssimo da Silva Santos, n. 1845 ou 46, f. 1933, Cantagalo, jurista de notável saber, formado pela Universidade de São Paulo, jornalista, Deputado e Senador em diversas legislaturas, chefe do Partido Miguelista em Cantagalo, c. 1887, com Elisa Ida C. Sauerbronn Santos, brasileira, com pelo menos (AL, CBG, Ig, "Gente da Casa de Mão de Luva", de Amélia Tomás, fls. 35, "O Sobrado", do Dr. João Nicolau Guzzo, fls. 171 e TC.2.81 e 113):
          Obs.: Neste ramo recebemos muitas informações do seu bisneto, Sr. Bruno Bastos Santos, o que muito agradecemos.

3.1 Ilda da Silva Santos Freire, cc. Américo da Silva Freire Filho ou Júnior, Mequinho, f. do doutor Américo da Silva Freire e Ambrozina da Silva Freire, com geração na família Silva Freire (Ig, O Sobrado, fls. 119 e TC.2.140).

3.2 Dr. Júlio Santos Filho, jurista e professor, redator de "O Correio de Cantagalo", cc. (...), falecida ainda jovem, f. do dr. José de Souza Gomes, advogado, e Josefina (...), a D. Sinhá, neta materna do doutor Herculano José de Oliveira Mafra, médico em Cantagalo (HB, Gente da Casa de Mão de Luva, de Amélia Tomás, fls. 35, O Sobrado, fls. 122, TC.2.136 e 338).

3.3 Dr. Heitor Santos, médico (Gente da Casa de Mão de Luva, de Amélia Tomás, 36).

3.4 Dr. Álvaro Veríssimo Sauerbronn Santos, o doutor Vivinho, morador em Cantagalo, tio de Laura Marques Murtinho Braga, esta filha de Manuel Marques da Silva e Carolina da Silva Santos Marques, adiante. O Dr. Alvinho, cc. (...), com pelo menos (Gente da Casa de Mão de Luva, de Amélia Tomás, fls. 36 e Valores de Cantagalo, 75).

4.1 Eros Figueira Santos, casado e com geração.

4.2 Fabiano.

3.5 Elisa (Gente da Casa de Mão de Luva, de Amélia Tomás, fls. 36).

3.6 Sílvia, “falecida em tenra idade”.

3.7 Carolina da Silva Santos Marques, a tia Carola (filha natural do Dr. Júlio), c. 1909 ou 1910, com Manoel Marques da Silva, n. 1881, Vila Nova de Gaia, Porto, Portugal, subdelegado e comerciante, f. de Agostinho Marques da Silva e Maria Alves de Souza Marques da Silva, com geração nos livros: O Sobrado, do Dr. João Nicolau Guzzo, fls. 65, O Casarão da Rua Direita, de Carmen Marques Freire e Silva, filha do casal, em fls. 24, 46 e 77 e, em Valores de Cantagalo, fls. 75 (HB, TC.2.124, 140 e 141).

2.3 Dr. José Veríssimo da Silva Santos, n. 1850, RJ, médico, Deputado Federal e líder político no Carmo, c. São Sebastião do Paraíba, com Eugênia Casemira Monteiro dos Santos, n. RJ, f. do cap. César Augusto Henriques Monteiro e Emiliana Pereira da Rocha Monteiro, com pelo menos (Ig, e O Sobrado, 172):

3.1 Homero, n. 1889, Carmo (Ig).

3.2 Joana, n. 1892, Carmo.

3.3 Fábio, n. cerca de 1895, Carmo.

3.4 Aldo, n. cerca de 1898, Carmo.

2.4 João Veríssimo da Silva Santos, n. 1851, b. 52, Carmo, c. 1881, Cantagalo, com Francisca Rosa de Souza (CBG e HB).

2.5 Augusto Veríssimo da Silva Santos, n. 1853, b. na Fazenda Astréia. Padrinhos: Antônio Henriques Monteiro e Maria Augusta de Lira Monteiro, tios (HB).

2.6 Manuel Vieira da Silva Santos, n. 1854, Cantagalo, administrador da Fazenda Água Quente, em Euclidelândia, e subdelegado em Cantagalo em 1885, c. 1886, Cantagalo, com Atília Emília Amazonas Vilas-Boas Santos, n. RJ ou Pernambuco, f. do dr. Sílvio Tarquínio Vilas-Boas e Leonor de Amazonas Vilas-Boas, naturais de Pernambuco, com pelo menos (AL, CBG, HB e Ig):

3.1 Leonor Vilas Boas Santos, n. 1891, Euclidelândia (Ig).

3.2 Sílvio Vilas Boas Santos, n. 1895, Macuco.

3.3 Eugênio, n. 1897, na Fazenda Saúde, Macuco.

3.4 Ari, n. 1898, Macuco.

2.7 Luís Antônio da Silva Santos, n. 1854, gêmeo de Manuel, professor universitário no Rio e verbete da Enciclopédia Delta Larousse (HB e livro "O Sobrado", fls. 172).

2.8 Teodoro da Silva Santos, cc. (...), com pelo menos:
          Obs.: Este ramo agradecemos à excelente memória do prezado cantagalense, Dr. Plínio Vieira Pinheiro, que trabalhou com Adalberto, abaixo, no Ministério da Agricultura.

3.1 Adalberto da Silva Santos, prático rural do Ministério da Agricultura, cc. (... Sauerbronn?), com pelo menos:

4.1 Basília Moraes Sauerbronn, cc. Lacordaire Figueiredo Villela, mineiro, de Carmo do Rio Claro, fazendeiro e prefeito de Cantagalo, de 1951 a 55, f. de Manoel Pinto Villela Júnior e Rosina de Figueiredo Villela, com geração em Cantagalo. (Vide Revista Visão, 5ª edição, fls. 65).

 

Ir para: Página Principal,    Índice Geral,    Imigração árabe,    Títulos Perdidos,      Tiradentes,     Batch Number,     Códigos e Bibliografia