GENEALOGIA BRASILEIRA
Estado do Rio de Janeiro, Brasil - A Imigração Árabe (Genealogia, Memória e Homenagens)

Família ABI-RAMIA

                                      Lênio Luiz Richa (lenioricha@yahoo.com.br)

 

 

          Assad Abi-Ramia, cc. Frangie Assad Abi-Ramia, residentes "na Síria", com pelo menos:

1.1 Abdo Abi-Ramia, n. Líbano, comerciante em Macuco, RJ, onde faleceu em 1930, cc. Faride Elias Abi-Ramia, sírios, f. de Elias Miguel e Helene Elias Jibray Miguel, residentes na Síria, com pelo menos:

2.1 Rachelina, n. 1912, Macuco.

2.2 Julieta Abi-Ramia, n. 1914, Macuco.

2.3 Edina, n. 1915, Macuco.

2.4 Antonio, n. 1916, Macuco.

2.5 Helena, n. 1918, Macuco.

2.6 Mary, n. 1919, Macuco.

2.7 Jorge, n. 1922, Macuco.

 

1.2 Chicri Assad Abi-Ramia, negociante, c. 1ª vez com Maria (...), francesa e, 2ª, com Gandura Abi-Ramia (no registro Jandira), libanesa, f. de Abdalla (Abigebio?) e Hassiba Miguel, "sírios", com pelo menos:
          Da 1ª esposa:

2.1 Nazila.

2.2 Tufic.

2.3 Rosa.

2.4 Sagy Abi Ramia, n. 1909, Macuco, f. Niterói, cc. Odeth Simão Abi Ramia, n. 1912, f. de Anísio Simão Assaf e Adélia Simão Assaf.

2.5 Alberto.

          Da 2ª esposa:

2.6 José Abi-Ramia, n. 1917, Macuco. Testemunhas do registro: Abdo Elias e Calil Jorge.

2.7 Brasilina, gêmea de José Abi-Ramia, anterior.

2.8 Jofre, n. 1918, Macuco.

2.9 Antonio.

 

1.3 Nahum Abi-Ramia (hipótese), n. por volta de 1873, negociante em Cantagalo (onde, em 1913 foi testemunha do casamento de Felippe João), cc. Nasad Abi-Ramia, “sírios”, com pelo menos: 

2.1 Maria Abi-Ramia, n. por volta de 1897, Monte Líbano, c. 1915, Cantagalo, com Nagib José Abud, n. cerca de 1892, Monte Líbano, negociante em Nova Friburgo, f. de José Abud e Camis Abud, residentes em Monte Líbano.
          Testemunhas do casamento: Ibrahim José Simão, 26 anos, residente em Nova Friburgo, Elias Antonio Yunes, 43 anos, residente em Cantagalo, “sírios”, negociantes, casados, Calil S. Dib, Salvador Paulo Richa e Francisco Bulus.

 

Nota nº 1:

Conservamos a "nacionalidade síria", constante dos registros por razões históricas, já que à época o Líbano era ainda uma província da Síria, mas é sabido que esta família é libanesa.

Nota nº 2:

A maior parte das informações desta família foi gentilmente enviada pelo Dr. José Antonio Abi Ramia, do Rio de Janeiro, descendente da mesma.

 

Ir para: Página Principal,    Índice Geral,     Região Serrana