GENEALOGIA BRASILEIRA
Estado de São Paulo, Brasil - Genealogias dos imigrantes árabes

Família JAFET

                                           Lênio Luiz Richa (lenioricha@yahoo.com.br)

 

 

          A obra dos irmãos Jafet no Brasil foi uma coisa admirável, tudo que eles plantaram frutificou. Liderados principalmente por Benjamin Jafet, hoje nome de rua em São Paulo, que chegou ao Brasil em 1887, com 20 anos de idade, de Chouir, Líbano, com seu primo Fadul, algum tempo depois abriu uma lojinha na então modesta Rua 25 de Março, nessa cidade, que hoje é um verdadeiro formigueiro humano, considerada por muitos como provavelmente o maior shopping aberto do mundo.
          Em 1897, quando os negócios já estavam indo bem, ele e Fadul foram ao Líbano onde casaram, na Igreja Mar Mainah, em Baskinta, ele com Alzira Assad Tibshrany, f. de Assad e Sadda, e Fadul com Kristina Tibshrany, prima de Alzira. Aproveitaram para convencer aos seus familiares e aos das esposas para virem para São Paulo (alguns já voltaram com eles, outros foram vindo até 1912, alguns com as passagens pagas por Benjamim).
          Depois, encorajados por ele, vieram os seus irmãos, Basílio, João e Nami, e a família montou a indústria têxtil, em 1906, na Rua dos Sorocabanos, que também chegou a ser considerada como, possivelmente, a maior do mundo em número de teares e produção. Eram ainda grandes exportadores de café, em uma época em que o Brasil praticamente só exportava esse produto.
          Além de apoiarem a construção do Hospital Sírio-Libanês, hoje talvez o melhor do país, a família construiu milhares de casas para os seus funcionários e magníficos palacetes mouriscos para os membros da família, dos quais infelizmente só restam dois.
          Esta família já tem uma excelente genealogia na Internet, veja aqui e aqui.

 

Nota nº 1:

Fonte: Site da Revista Vejinha On-Line e outros.

 

Ir para: Página Principal,   Índice Geral,   Região Serrana,   Títulos Perdidos,   Tiradentes,   Batch Number,