GENEALOGIA BRASILEIRA
Estado de Minas Gerais - Tiradentes e seus contemporâneos

 

                                                               Lênio Luiz Richa (lenioricha@yahoo.com.br)

 

                                       JOSÉ BERNARDO DA SILVEIRA FRADE

 

3 - 

2 - 

               ASCENDENTES DELE

1 - José Bernardo da Silveira Frade, Advogado no Rio de Janeiro, frequentava as casas de comerciantes cariocas interessados na mudança liberalizante no Estado do Brasil, tal como a de Antônio de Oliveira PInto, onde foi apanhado conversando sobre assuntos subversivos, pelo Sargento-Mor do Regimento de Cavalaria Regular de Minas Gerais, José de Sousa Lobo (o "Lobésio", das Cartas Chilenas), em fevereiro ou março de 1789.
José Bernardo era provavelmente um dentre os vário maçons do Rio, frequentou a "Sociedade Literária" fundada por Manoel Inácio da Silva Alvarenga, posteriormente fechada por "jacobinos" (republicanismo e maçonaria). Essa instituição teve entre seus membros também Domingos Vidal de Barbosa Lage e José de Rezende Costa Filho, depois de fechada em 1790, José Bernardo resolveu denunciar seus membros, talvez por atritos com Silva Alvarenga, por mudar de posição influenciado por Frei Raimundo Penaforte, ou simplesmente para salvar a própria pele. Em 1794 os jacobinos foram presos, sendo que Manoel Alvarenga ficou na prisão até 1797. ("A Inconfidência Mineira", de Márcio Jardim, fls. 266, pesquisa da amiga, genealogista, Jussara Fernandes Carvalho, de Varginha, MG).

               ASCENDENTES DA ESPOSA

2 - 

3 - 

 

Ir para: Página principal,    Índice Geral,     Região Serrana,    Imigração árabe,    Títulos Perdidos,     Bibliografia e códigos