GENEALOGIA BRASILEIRA
Estado de São Paulo - Os Títulos Perdidos

 

                                   Lênio Luiz Richa (lenioricha@yahoo.com.br)

 

 

                                                     DIAS PAES 

 

     - Fernando Dias Paes, n. Abrantes, f. SP, 1605, veio para São Vicente, onde c. 1ª vez com Helena Teixeira, provavelmente f. de Antonio Teixeira, de quem teve 3 filhos: Francisco Teixeira, Vicente Teixeira e Antonio Teixeira, tendo ido estes filhos para a Bahia, a chamado de um parente, lá casou Antonio Teixeira, e teve uma filha que casou "na mesma cidade", c.ger.
          Casou 2ª vez, com sua sobrinha Lucrécia Leme, f. 1641, f. de Braz Esteves, de São Vicente, e Leonor Leme (esta f. de Pedro Leme e sua 2ª mulher Luzia Fernandes), que veio da Ilha da Madeira na companhia de seus pais, com: (3.52, PP.62, SL.2.442 e ZC.509/10).
- Obs.: Pedro Taques em carta de 1775, escrita em Portugal, para Frei Gaspar da Madre de Deus, diz que Fernando Dias Paes era filho de Pedro Leme, que veio para o Brasil, e Isabel Paes. Entretanto, em AS.3.82, encontramos que ele não seria filho de Pedro Leme, e que o 1º casamento deste, com Isabel Paes, não existiu. Taques pode tê-lo confundido com outro Pedro Leme diferente, sobre o qual não encontramos anotações, ficando, portanto, o assunto, para posteriores pesquisas.

                                 1 - 1. Isabel Paes....................... Cap. 1º

                                 1 - 2. Leonor Leme..................... Cap. 2º

                                 1 - 3. Fernão Dias Paes............... Cap. 3º

                                 1 - 4. Maria Leme....................... Cap. 4º

                                 1 - 5. Pedro Dias Paes Leme........ Cap. 5º

                                 1 - 6. Luzia Leme....................... Cap. 6º

                                 1 - 7. Luiz Dias Leme.................. Cap. 7º

                                 1 - 8. Susana Dias, bastarda ...... Cap. 8º

 

Nota nº 1:

Como se vê, exceto pela filha Susana Dias, bastarda de Fernando Dias Paes, mencionada por Américo de Moura, em Os Povoadores do Campo de Piratininga, este Titulo seria exatamente igual ao Capítulo 5º, do Título Lemes, tanto da Nobiliarquia de Pedro Taques (onde ocupa a metade das folhas do Título) quanto de Silva Leme (onde tem 115 páginas). Assim, achamos desnecessário repetir as genealogias, restando, apenas, a dúvida: Pedro Taques fez um Título em separado que depois foi juntado à familia da esposa, ou fez junto e depois pretendeu separar, em decorrência da enorme geração.

Nota nº 2:

Sobre Pedro Dias Paes Leme, acima, além da grande geração em SL.2.450 (Tít. Lemes), pode-se ver o prolongamento da geração da filha Sebastiana Leite da Silva, até aos dias atuais, na Árvore de Costado "De Minas Gerais ao Antigo Egito", do amigo, genealogista, Rodrigo Figueiredo de Vasconcelos, no Richa's Blog II.

 

Ir para: Página Principal,    Índice Geral,     Região Serrana,    Imigração árabe,     Tiradentes,     Batch Numbers,      Bibliografia e códigos